Empresa Sustentável

Que tal ser uma empresa sustentável ao utilizar menos descartáveis?

Uma empresa sustentável já deixou de ser tendência, passando a ser um diferencial essencial que vem ganhando mais força a cada ano. Você reparou como as pessoas têm se preocupado mais com o uso dos recursos naturais e com os impactos disso no meio ambiente?

Assuntos como o aquecimento global estão no centro das discussões no mundo inteiro. Desse modo, o consumo consciente empresarial é parte fundamental do dia a dia corporativo de quem quer contribuir com um futuro pautado pela sustentabilidade.

Pequenas atitudes cotidianas, bem como a redução no uso de descartáveis trazem impactos positivos, como a economia financeira e a melhoria considerável da imagem no mercado. Que tal seguir essa linha?Acompanhe a leitura para saber mais!

Entenda por que ser uma empresa sustentável é tendência

Para mostrar a importância desse movimento verde, vou apresentar alguns números para você. De acordo com os Estudos de Tendências do Sebrae, 85% dos consumidores brasileiros preferem produtos com fabricação sustentável.

O percentual faz parte de um levantamento internacional feito pela Europanel, com 20 mil entrevistados de quatro países: Brasil, Índia, Reino Unido e Turquia. E revela essa tendência de consumo consciente mais forte em economias emergentes, como a nossa.

Se este é o movimento do mercado, isso significa que, para fazer parte dele, você deveria buscar formas de se adaptar, certo? Quero aproveitar para destacar os benefícios que modificam também a cultura corporativa, são eles:

  • favorecimento do clima organizacional;
  • mobilização dos colaboradores em prol da sustentabilidade empresarial, o que acaba por gerar maior engajamento e empoderamento na busca por atitudes sustentáveis;
  • exaltação dos valores corporativos dentro e fora da organização.

Com isso em mente, entendemos que a sustentabilidade empresarial envolve, em poucas palavras, um conjunto de políticas e ações economicamente sustentáveis e socialmente responsáveis. Elas são adotadas dentro do ambiente corporativo e causam impactos internos e externos, com aspectos sociais, econômicos e ambientais.

Conheça os desafios e as vantagens do consumo consciente empresarial

Para se tornar uma empresa sustentável, ou se você já é e quer se transformar em uma referência, será preciso passar por alguns desafios. Afinal, toda mudança leva tempo de adaptação, além da existência de obstáculos a serem superados. Mas é isso que dará vantagem competitiva no mercado, por isso, vou começar pelos desafios.

Desafios

Um dos maiores desafios é incorporar e promover uma cultura organizacional com foco em sustentabilidade. Todas as mudanças devem começar com o apoio da alta gestão e buscar o engajamento da equipe para rever processos, custos e fornecedores. Sem contar a definição de metas sustentáveis.

Paralelo a isso, vem a conscientização para diminuir a geração de lixo por meio da adoção de produtos reutilizáveis. Apesar do custo e do uso de menos descartáveis ser visto como um empecilho no início, ao avaliar em longo prazo, você verá o custo-benefício.

Vantagens

Não dizem que barreiras são importantes para o crescimento pessoal? Pois a mesma linha de pensamento pode ser aplicada no contexto corporativo. Quando você supera obstáculos, logo vem a recompensa.

Por falar nisso, vejamos as principais vantagens do consumo consciente empresarial:

  • reaproveitamento e uso mais eficiente dos recursos internos;
  • melhor contribuição com o meio ambiente e a manutenção dos recursos naturais, além do desenvolvimento da responsabilidade social;
  • impacto positivo na imagem e reputação diante do mercado;
  • melhor relacionamento com clientes, fornecedores e colaboradores;
  • maior qualidade de vida, que leva a melhores condições de trabalho, mais engajamento e produtividade dos colaboradores;
  • ganho de vantagem competitiva e diferenciação dos concorrentes;
  • redução de custos com energia elétrica, água, papel e produtos descartáveis, como o copo plástico (que pode ser substituídos pelos reutilizáveis de silicone, por exemplo).

Saiba como se tornar uma empresa mais sustentável

Para implementar a mudança, você pode se inspirar em exemplos aqui no Brasil, que estão na lista das 100 empresas mais sustentáveis do mundo. O ranking da Corporate Knights traz o Banco do Brasil (8º), a Natura (15º), a CEMIG (19º) e a ENGIE (72º).

Entre as principais iniciativas adotadas, o BB atua na redução da emissão de carbono, além do melhor uso de recursos naturais e inclusão social. A Natura, por sua vez, vem substituindo o polietileno convencional pelo verde, feito a partir da cana-de-açúcar. Tanto a CEMIG (Companhia Energética de Minas Gerais), quanto a ENGIE investem em fontes de energia limpa e renovável, além de outras ações relacionadas.

Afinal, se cada um fizer a sua parte, esse ranking tem tudo para mudar no futuro. Se cada um fizer a sua parte, o futuro será muito mais verde. Não apenas o meio ambiente sairá ganhando, como todas as gerações que estão por vir. E por que não começar com passos simples, mas que fazem toda a diferença. Veja alguns:

  1. desenvolva uma política verde e divulgue-a dentro e fora da empresa;
  2. crie um programa de reconhecimento de colaboradores que adotam atitudes mais sustentáveis no dia a dia;
  3. reserve parte do orçamento para ações voltadas à sustentabilidade;
  4. mapeie processos a fim de aumentar sua eficiência ambiental;
  5. crie um grupo entre diversas áreas para implementar iniciativas sustentáveis;
  6. estimule a economia energia elétrica (adota painéis solares) e de papel (opte pelo reciclado, se precisar) e o uso de copos recicláveis;
  7. flexibilize, oferecendo aos colaboradores a oportunidade de trabalhar de forma remota (de qualquer lugar).

Dê o primeiro passo e elimine seus copos plásticos

Você sabia que ao trocar o copo plástico por um copo reutilizável de silicone, você vai poupar 620 mil copos plásticos em um ano? O reflexo também tem efeito na geração de resíduos, com 12 toneladas a menos de lixo plástico. A economia financeira pode chegar a R$ 16 mil, sem contar o impacto positivo para todo o planeta.

Em escala nacional, o Brasil ainda não tem uma legislação específica para restringir o uso de materiais de plásticos. Existe uma Ideia Legislativa, criada em 2018, na página e-Cidadania, do Senado Federal, que logo se transformou no Projeto de Lei 263/2018, mas ainda segue em tramitação.

Além disso, alguns estados já seguem atitudes mais sustentáveis, como é o caso do Rio de Janeiro, pioneiro ao proibir o uso de canudos plásticos e sacolas descartáveis. Em 2019, foi a vez de São Paulo proibir o fornecimento de talheres, copos e pratos descartáveis por meio do PL 01-0099/2019, que passa a entrar em vigor em 2021. A ilha de Fernando de Noronha, assim como o estado do Rio Grande do Norte e outras cidades brasileiras também têm medidas de menor impacto ambiental.

Vale ressaltar que todas as ações fazem parte de um movimento global pelo fim do uso de plástico. Tanto que a China, maior fabricante de plástico do mundo, já anunciou que pretende eliminar seu uso até 2025. Países como Canadá, Estados Unidos e Inglaterra, por exemplo, já abraçam a causa contra o lixo plástico e a poluição dos oceanos.

A boa notícia é que você pode começar agora mesmo e com todo o suporte para dar o primeiro passo rumo a um ambiente corporativo ecologicamente correto e socialmente responsável com os copos reutilizáveis da Ekological.

Graças ao material flexível (silicone), eles são portáteis e podem ser levados até mesmo no bolso. A estimativa é que sua empresa economize mais de R$ 3 mil por mês a cada 100 colaboradores. E quanto à segurança, o silicone é livre de BPA. Por apresentar efeitos nocivos à saúde, a substância passou a ser proibida em mamadeiras e restrita a determinados níveis em outros tipos de materiais. Além disso, o produto tem a aprovação da FDA (Food and Drug Administration) — agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA.

Além de reutilizáveis, são retráteis e encontrado em diversas cores e tamanhos, como os portáteis de 200 ml e 270 ml para trabalhos externos ou fábrica ou os de 350 ml e 550 ml, indicados para escritórios, já que possuem suporte especial para bebidas quentes. Sem contar a possibilidade de personalizar os copos de acordo com cada negócio ou ocasião.

Enfim, uma empresa sustentável é aquela que adota uma boa gestão de resíduos, recursos e consumo consciente (menos descartáveis, mais reutilizáveis). Essa é a melhor forma de reduzir a geração de lixo, incrementar valores sustentáveis para o negócio e seus colaboradores, além de economizar.

Quer saber o valor da economia para a sua empresa ao eliminar os copos plásticos? Utilize nossa calculadora Plástico Zero e descubra! Se quiser uma cotação, entre em contato.