Casa Sustentável

A sustentabilidade e a biodiversidade atingem positivamente a vida humana

Nossa vida sustentável no meio urbano tem muita influência na vida selvagem, às vezes achamos que estamos distantes dos meios naturais com animais selvagens habitados, mas não é bem assim, entenda o porquê.

O Brasil é considerado um dos países mais ricos em biodiversidade, a vida selvagem é de extrema importância para o equilíbrio do ecossistema em geral, os animais são vitais para a existência de muitas plantas e vice e versa com isso é possível ver que prolongar a preservação de recursos naturais é a solução mais viável para a sustentabilidade.

Sabemos das funcionalidades dos bichos das mais variadas espécies e que muitos insetos são dispersores de sementes e têm seu papel fundamental na cadeia alimentar e a funcionalidade de seu habitat, gerando também benefícios econômicos. Os reinos animal e vegetal bem relacionado gera assim uma harmonia necessária entre si sendo sem dúvidas a chave principal para um bom funcionamento ecológico e consequentemente humano.

biodiversidade influencia a vida humana
biodiversidade para a vida humana

 

A preservação e a ação do homem na biodiversidade

Temos como um bem ambiental a vida animal em todas as suas faces, além disso, sabe-se que o surgimento da vida animal é bem antes vista que a nossa. O crescimento e desenvolvimento ambiental fazem parte dos pilares centrais para a vida do planeta como um todo.

Com o desmatamento sendo um dos maiores percursores dos impactos ambientais, é notável como todo o ecossistema reage em diversas vertentes e claro que por tempo indeterminado. Surgindo então os famigerados “modificadores do meio ambiente”.

Sobre os impactos: estratégico, imediato, a médio e longo prazo, temporário, permanente, em todos há o forte contraste que se dá devido ao rápido desenvolvimento econômico social. Sabemos da extrema importância do saneamento básico e planejamento urbano para que uma sociedade possa viver de forma saudável, onde quer que seja a localidade, preferencialmente por lugares mais periféricos e vulneráveis.

O meio ambiente deve ser visto e respeitado como um bem coletivo

O meio ambiente sendo considerado um bem de interesse público deve ser usufruído por toda a coletividade, qualquer intervenção humana na utilização de recursos naturais como acontece há muito tempo, ou seja, se a alteração adversa ao meio ambiente ocorre, deverá assim ser submetida aos determinados órgãos ambientais capacitados.

os “modificadores do meio ambiente” citado anteriormente, estão inclusos:

  • Usinas de geração de eletricidade, qualquer que seja a fonte de energia primária, acima de 10MW.
  • Extração de minério, extração de combustível fóssil (petróleo, xisto, carvão)
  • Ferrovias e aeroportos.
  • Aterros sanitários, processamento e destino final de resíduos tóxicos.

O quanto nos preocupamos com as espécies ameaçadas em extinção?

Lugar de bicho é na natureza e a  biodiversidade deve ser respeitada,  há quem concorde ou não com zoológicos e aquários, o fato de usar os animais como entretenimento não agrada a ideia de todos.

No Brasil pelo menos 1.173 espécies animais vivem sob risco de extinção atualmente, segundo os dados do Instituto de Conservação da Biodiversidade Chico Mendes (ICMBio), além dos que já foram extintos, como a arara-azul-pequena e o minhocoçu.

A classificação dos animais em extinção o ICMBio adotou o padrão utilizado pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

O Cuxiú-preto na foto é um mamífero que pode ser encontrado na Amazônia, sofre com a caça predatória e o grande desmatamento de seu habitat, o que causa a escassez de alimentos.

extinção da biodiversidade deve acabar

Saíra-militar é uma ave encontrada na Mata Atlântica, com suas cores fortes enfrenta o desmatamento das regiões e tráfico de animais.

a biodiversidade das espécies nacionais

Com isso, entre tantos que estão ameaçados em extinção vimos o quanto é importante a nossa participação efetiva em campanhas para ajudar animais silvestres vítimas de incêndio no Pantanal por exemplo.

 Ekofriend, defender a fauna é mais que necessário para combater o desmatamento e o tráfico de animais, a saúde humana depende dessa preservação.

Categorias de risco e extinção da biodiversidade .

  • Extinta: É quando não há resquício algum da espécie.
  • Extinto na natureza: É quando sua sobrevivência é conhecida apenas em cultivo ou cativeiro.
  •  Regionalmente extinto: Quando não há chances de reprodução na região e tenha morrido ou desaparecido da natureza.
  •  Criticamente em perigo: Considera-se que está enfrentando um risco extremamente alto de extinção na natureza.

Vamos agir em benefício da biodiversidade? De qual forma?

Entre muitas organizações e movimentos existentes no país e em outros que todos os dias lutam pelo controle e cuidado com as reservas ambientais.

Primeiramente quando começamos compartilhando informações verdadeiras e sérias nas redes sociais, entre as conversas com amigos e familiares.

Em seguida a participação em iniciativas de proteção animal e ambiental, ainda que não seja financeiramente, a sua ação local é de suma importância. É importante saber que voluntários estão de prontidão para a proteção ecológica.

Em termos educacionais, a vida selvagem nos possibilita o conhecimento referente à reprodução de cada espécie, seus hábitos e comportamentos naturais de extinto. São com os bichos da natureza que encontramos algumas particularidades, umas até que parecidas com as humanas, outras nem tanto, por exemplo; entre as espécies marinhas encontramos o curioso caso do cavalo marinho, único animal cujo gênero masculino é capaz de engravidar.

cavalo marinho, compõe a biodiversidade marinha

E a perigosa tensão das enguias elétricas? Engana-se quem pensa que só com tomadas que tomamos choque, essas enguias podem emitir choques elétricos de até 600 volts, sabe em que lugar encontrar? É comum nos rios da Amazônia por exemplo.

Fauna diversa!

Essa alta diversidade de espécies marinha nos causa curiosidade; São muitas formas, cores e tamanhos diferentes, os animais mais antigos ainda existentes são as esponjas marinhas, datadas com 650 milhões de anos. Isso se dá devido à heterogeneidade de habitats marinhos, entre temperatura, luz e alimentação. Já pensou existir no mar por tanto tempo? rs.

 Chegamos ao fim desse artigo, ficou com vontade de conhecer  um bom lugar à fim de ter esse contato direto com a mãe natureza?

Indicamos o parque ecológico Perequê, fica na cidade de Cubatão em São Paulo, provido de muitas cachoeiras e piscinas naturais.

Produtos biodegradáveis são sempre a melhor opção mesmo em uma sociedade voltada ao consumo e à produtos cada vez mais descartáveis. Faça diferente, opte pelas opções mais sustentáveis, conheça a ekological e dê o primeiro passo. 

Ekological
Clique na imagem e visite nosso site.

Related Posts